Category Archives: bea feitler livro vida

Bea Feitler, sua marca, sua vida.


Imagem: Reprodução.


Há trinta anos atrás o mundo das artes perdia Bea Feitler, uma designer brasileira que deixou sua marca no mercado editorial americano, na música pop e na moda. 
Carioca, filha de refugiados alemães, foi uma mulher notável com muito pouco reconhecimento no Brasil, pelo duplo fato de ter feito carreira no exterior e sermos notadamente um país sem memória.
Foi para os Estados Unidos estudar desenho na renomada Parsons School of Design em Nova York. Recém-formada e a princípio sem oportunidades no mercado americano, para nossa sorte voltou para o Brasil onde envolveu-se no projeto gráfico da icônica revista Senhor que marcou época pelo sofisticação e conteúdo, tendo entre seus colaboradores Clarissa Lispector e Guimarães Rosa.
Com o fim da revista, voltou para Nova York e conseguiu a vaga de co-diretora de arte da Harper’s Bazaar, sendo alçada posteriormente a diretora de arte naquela que é considerada bíblia do mundo fashion e com o seu talento fez parcerias fecundas com grandes fotógrafos como Richard Avedon e Helmut Newton.
Depois de dez anos na Harper’s Bazaar, ingressou na revista Ms onde trabalhou ao lado da ativista feminista Gloria Steinem, o que uniu o conteúdo chocante para a época, da revista de liberação feminina, com o arrojo visual dos projetos da designer brasileira
Trabalhou também na revista Rolling Stone, outro veículo importante, em que também deixou sua marca. Na publicação, ela trabalhou com a fotógrafa Annie Leibovitz e foi responsável pela antológica capa em que um John Lennon nu abraça Yoko Ono, numa edição lançada um mês após a morte do Beatle em dezembro de 1980.
Seu último trabalho foi para a editora Condé Nast, no relançamento da Vanity Fair, que infelizmente não pode acompanhar. Quando a revista saiu ela já havia falecido vítima de um câncer raro, com apenas 44 anos, interrompendo uma carreira meteórica. O lançamento recente de um livro pela Editora Cosac Naify vai permitir que os brasileiros conheçam melhor o trabalho desta artista tão respeitada internacionalmente.

Por Jair Silva, economista e colaborador

Advertisements
Advertisements